Em Amor e Monstros somos apresentados a Joel(Dylan O’Brien) que é um adolescente que perdeu tudo e a todos que amava por conta de um apocalipse que exterminou cerca de 85% da humanidade.

Após cerca de 7 anos escondido no subterrâneo (que são as colônias) ele descobre que sua paixão está viva em outra colônia e parte em uma viagem em busca de encontrar seu grande amor. Vale lembrar que Joel diferentemente do  protagonista de The last of Us não é nehum herói e muito menos corajoso, o que nos leva a um cenário bem semelhante ao de zumbilândia, porém ao invés de zumbis, nosso protagonista terá de enfrentar insetos mutantes.

O roteirista Brian Duffield, conhecido pelo terror A Babá, mostrou uma predisposição para a brincadeira de gênero.

Com isso, assistir Amor e Monstros nos faz transitar bem à vontade por situações variadas de terror de monstro, filme de travessia, comédia romântica e aventura de parceiros.

Vale lembrar que o filme foi indicado ao Oscar de melhores efeitos visuais(bem merecido) e esse é o apelo central de atração do longa.

Um dos pontos fortes do filme é que ele elege suas prioridades de forma tão simples e fácil que temos a impressão de que todo o humor implementado sobra, mas sem excesso. Um exemplo claro disso é uma paranoia simples: Joel sempre tem de explicar por que saiu de sua colônia, já que os outros personagens perguntam se ele foi expulso por roubar comida. Mas que obsessão é essa com a comida? Simples, em outros filmes e séries ela sempre é muito levada a sério.

A mensagem passada pelo filme, é lembrar como se divertir.

Se você gostou não deixe de compartilhar o post com os amigos que você conhece nas redes sociais porque isso ajuda demais a gente.

Aproveite e salve o Compilação Nerd em seus favoritos (CTRL + D) para depois não esquecer de nos visitar sempre que desejar, pois ficamos muito felizes quando você vem aqui outras vezes, sério ;)

Agora que a notícia acabou assine nosso canal e fique por dentro de tudo que rola no mundo da cultura pop!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here