Chegou recentemente ao catálogo da Netflix o primeiro filme de Natal brasileiro, Tudo Bem no Natal que Vem, que por sinal é parte do grande investimento da plataforma em títulos do gênero.

O longa chega como um padrão de natal, que vem com a promessa de diversão e boas mensagens, mas sem sair muito do convencional.

Pra quem gosta de natal e do espírito natalino é um bom filme que mistura o gênero da mensagem do natal e com o de looping temporal.

Em Tudo Bem no Natal que Vem, conhecemos Jorge (Leandro Hassum) que uma pessoa que odeia o Natal e tudo que ele representa. No ano de 2010, ele acaba caindo do telhado e sua consciência daquele dia só acorda de novo na véspera do Natal de 201, ou seja, ele passa o ano inteiro no automático, mas para seu cérebro o único dia em que ele está desperto de verdade é a véspera de Natal, ano após ano.

O roteiro de Paulo Cursino estabelece algumas as regras para Jorge, que sempre desperta no dia 24, e acaba por passar o dia inteiro em uma tentativa desesperada de resolver os rolos que arrumou durante o resto do ano, uma vez que quando acorda no dia 25 não se lembra mais do dia 24. 

Como todo o filme de Natal, esse também segue a regra da mudança e transformação do protagonista, claro de uma maneira que bem impactante.

Tudo Bem no Natal Que Vem é cheio de reviravoltas e saltos de encontros e desencontros que levam ao mesmo resultado de todos os filmes natalinos.

Se você gostou não deixe de compartilhar o post com os amigos que você conhece nas redes sociais porque isso ajuda demais a gente.

Aproveite e salve o Compilação Nerd em seus favoritos (CTRL + D) para depois não esquecer de nos visitar sempre que desejar, pois ficamos muito felizes quando você vem aqui outras vezes, sério ;)

Agora que a notícia acabou assine nosso canal e fique por dentro de tudo que rola no mundo da cultura pop!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here